A verdadeira solução baseia-se inteiramente na maestria através do amor.

1—>

Melhor nos concentrarmos na verdade e não no erro. Tentar resolver o problema do medo se concentrando no medo, afirma-o para depois tentar dominá-lo.

2—>

“No entanto, qualquer tentativa de resolver o erro tentando dominar o medo através da maestria é inútil.”
UCEM T-2.VII.4:2

3—>

Algumas técnicas até funcionam para dominar o medo, mas ele volta assim que se para de praticar.

4—>

Porque na verdade, o medo nunca foi apagado. Só encoberto. A própria intenção de dominar o medo, o afirma e fortalece, para voltar depois.

5—>

Portanto, o caminho é alimentar o amor. E não buscar dominar o medo.

6—>

É a presença do amor (e não da força), que dispersa o medo.

7—>

A mera presença da luz, some com a escuridão.

8—>

Comente.

-9-

“A verdadeira solução baseia-se inteiramente na maestria através do amor.”
UCEM T-2.VII.4:4

1—>

Melhor nos concentrarmos na verdade e não no erro. Tentar resolver o problema do medo se concentrando no medo, afirma-o para depois tentar dominá-lo.

2—>

“No entanto, qualquer tentativa de resolver o erro tentando dominar o medo através da maestria é inútil.”
UCEM T-2.VII.4:2

3—>

Algumas técnicas até funcionam para dominar o medo, mas ele volta assim que se para de praticar.

4—>

Porque na verdade, o medo nunca foi apagado. Só encoberto. A própria intenção de dominar o medo, o afirma e fortalece, para voltar depois.

5—>

Portanto, o caminho é alimentar o amor. E não buscar dominar o medo.

6—>

É a presença do amor (e não da força), que dispersa o medo.

7—>

A mera presença da luz, some com a escuridão.

8—>

Comente.

-9-

>