Não existem decisões erradas

Nao Existem Decisoes Erradas

Algumas decisões que tomamos no passado, as vezes podem nos perseguir. A pessoa pode pensar em tudo o que errou e acreditar que poderia ter decidido diferente.

Afinal é a lógica dominante. Fomos ensinados que a decisão tomada no passado, cria o presente, onde a pessoa se arrepende.

Mas o UCEM diz que não. Que não existiu nenhuma decisão errada porque sempre é tomada a melhor decisão para você e que tudo está sempre sendo cuidado por um universo amoroso.

As decisões erradas que achamos que tomamos, não são verdadeiras, mas sim histórias aprisionantes criadas pelo ego, por causa do modo negativo de ver as coisas, tornando impossível perceber até isso.

Mas a verdade é que a Graça de Deus, conhecida no UCEM como Espírito Santo, te leva por aí em segurança, como se fosse os braços deste universo amoroso, te dando exatamente o que é melhor para o seu grau de evolução.

E a falta de Fé nesta perfeição é a semente do sofrimento.

O UCEM também ampara com a solução e nos lembra que podemos mudar uma outra coisa hoje, que tornaria tudo diferente.

O que pode-se mudar?

Passar a ouvir a Deus e não mais ao ego.

Decidir pelo ego é ouvir a voz na cabeça falando sobre o que saiu errado, te diminuindo, perseguindo e sabotando. Assim vai-se semeando o sofrimento, o medo e a raiva. Aqui o perdão também fica impossível e nebuloso.

Por outro lado, decidir ouvir a Deus é estar em estado de presença concentrada no aqui e agora, sem pensar muito, mas totalmente consciente.

Nesse estado, coloca-se a fé de que o universo amoroso vai te sustentar e deixa-se levar, diminuindo ao máximo a resistência ao que acontece.

Até quem nunca tentou, pode supor que isso levaria ao fluxo de abundância Divina.

E nesse fluxo, onde tudo acontece maravilhosamente bem, o passado nem mais vai ser fator de infelicidade, mostrando que de fato, decisões erradas só existiram nos pensamentos, podendo até ser até esquecidas e perdoadas.

E aí? Quem você acha que devemos ouvir? O ego ou Deus?

Firme sua posição nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *