A única escolha

Img 0638

Apesar de parecer que existem milhões de escolhas, só existe realmente uma.

Essa escolha é como você vai ver as coisas.

Todas as coisas podem ser vistas pelos olhos do amor ou pelos olhos do medo.

Quando olhamos pelo ponto de vista do medo, acabamos nos defendendo.

A defesa leva ao ataque como legítima defesa.

E existindo ou não um ataque, quando a gente se defende torna o ataque real, mesmo que não seja.

Ou seja, escolhendo ver com os olhos do medo (ego) tornamos real o medo, o ataque, a culpa e todo o sofrimento decorrente.

Já escolhendo ver com os olhos do amor, vemos a verdade, que todos somos Um com o Amor. Tornamos assim o perdão possível porque o outro faz parte de você na essência. E com esse tipo de perdão a liberação do medo é certa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *