Pontadas no coração pode ser ansiedade?

Sentir pontadas no coração pode ser ansiedade? Ao sentir o aperto no peito ou qualquer coisa parecida, surge a dúvida: será que pode ser problemas cardíacos, outras doenças ou uma crise de ansiedade? 

Muitas vezes, a dúvida e o medo de ter alguma doença pode gerar um estado ainda mais ansioso. Neste artigo, você vai entender mais sobre o assunto para aprender o que fazer e tentar diferenciar os sintomas. Desta forma pode conhecer o que está sentindo. Afinal, qual é a relação: ansiedade causa problemas no coração? Veja a seguir.  

Pontada no coração: o que pode ser?

Você sente pontada no coração ao respirar fundo, ou ainda, pontada no coração e dor de cabeça ou tontura ao mesmo tempo? Ou ainda, sente a pontada no coração ao deitar? Estes sintomas podem significar muitas coisas, sendo problemas mais graves ou não. Vamos entender melhor o que pode ser este conjunto de sinais para saber o que fazer. 

Urgência

Se você está sentindo uma pontada no coração que fica mais forte ao fazer algum esforço pode ser um sinal de urgência. Assim como, se o sintoma dura mais de 20 minutos, ou ainda, vier acompanhado de suor frio, falta de ar, dor de cabeça intensa, tontura ou está respirando com dificuldade pode ser necessário procurar atendimento urgente. 

Ansiedade

Sentir pontadas no coração também pode ser ansiedade, já que a mesma provoca aumento dos batimentos cardíacos e tensão muscular. Desta maneira, durante ou depois de alguma crise ansiosa é possível sentir este desconforto. O pior é que este sinal, frequentemente, provoca sustos e medo de ser algo mais sério como um infarto.  

Além da frequência cardíaca alterada, as pontadas causadas por ansiedade também podem vir acompanhada de náuseas e suor excessivo. Para piorar a situação, não é incomum não ter consciência dos seus processos mentais e nem se dar conta de que está passando por crises de ansiedade e outros problemas psicológicos. 

Gases

Outro motivo comum das pontadas no peito aparecerem é o acúmulo de gases intestinais. Neste caso, costumam ser bem fortes, mas oscilantes, além de piorar quando você não está numa posição ereta. Isto é, quando se curva à frente, dobrando a barriga, causando pressão na região. 

O excesso de gases no intestino provoca dor na região, já que pode pressionar alguns órgãos abdominais. Desta forma, a dor pode irradiar para o peito, trazendo a sensação de que é dor no coração. Por isso, provoca bastante confusão e acaba gerando preocupações desnecessárias. Neste caso, um chá de ervas digestivas como hortelã, erva cidreira ou gengibre pode ajudar.    

Se as pontadas no coração surgirem do lado direito, que fica mais forte após a refeição, pode indicar problemas na vesícula. Estufamento ou náusea também podem surgir neste caso. Pedras ou gordura são as causadoras da inflamação.Também é uma dor que irradia para o peito, o que dá a falsa sensação de que é no coração. 

Problemas no coração ou ansiedade?

Sentiu pontadas no peito e pensou, será problemas no coração ou ansiedade? Na verdade, este sinal nem sempre é sinal de doenças cardíacas. É verdade que estes sintomas, assim como a dor no peito, são queixas comuns nos consultórios dos cardiologistas. Contudo, nem sempre são problemas no coração, pois pode ser ansiedade. 

Em geral, a dor ou pontada no peito que aparece quando faz um esforço físico e passa quando você pára de fazer a atividade pode ser problema no coração. Isto é, possivelmente é causada por infarto ou isquemia, que é a suspensão da irrigação por sangue em alguma parte do corpo. Normalmente, é causado pela obstrução por placas de gordura nas artérias que irrigam o coração. 

Também pode indicar problemas no coração, e não ansiedade, quando outros sintomas como dificuldade de respirar ou sentir-se excessivamente cansado aparecem. Além disso, palpitações, inchaço no corpo todo também indicam algo no sistema cardíaco, que pode ser arritmia, além de angina, que é a dor no peito. 

Entender o lugar específico da dor e outras características é importante para entender se a pontada no peito é cardíaca ou torácica. Muitas vezes, o desconforto aparece por conta de dores no tórax, principalmente quando a pontada desaparece quando você muda de posição. De qualquer forma, apenas com sintomas não é possível descobrir se é problema no coração ou não. 

Contudo, é importante procurar um médico, se você desconfiar de algum problema. Mantenha suas consultas com seu cardiologista de confiança em dia e se você nunca fez um check-up, é bom realizar um. O médico irá te avaliar minuciosamente, cruzando este sintoma com outros que podem vir a aparecer. 

Além disso, durante a consulta médica, o cardiologista vai investigar outros sinais e possíveis riscos de doenças cardíacas, além de te pedir exames que irão confirmar o que você sente. Desta forma, é a única maneira de entender se as pontadas no coração é um sinal de doença ou não. 

Pontada no coração: o que fazer?

Antes de saber o que fazer ao sentir pontadas no coração, é bem importante entender o motivo. Isto porque, dependendo da causa, a solução será diferente. Como visto acima, algumas vezes estes sintomas podem ser graves e precisam de urgência. Portanto, se você não vai ao médico faz tempo, pode ser um bom momento de fazer uma consulta e exames preventivos. 

No entanto, na maioria das vezes, quem não tem histórico de doenças cardíacas e é jovem não apresenta risco de vida. Se você se enquadra neste grupo e está sentindo pontadas no coração pode ser ansiedade. Os pensamentos negativos podem gerar sintomas físicos e a pontada no coração é apenas uma delas. 

Vontade de fazer xixi toda hora e até mesmo dormência podem ser gerados pela ansiedade. Então, não dá para descuidar. Se estiver sentindo algo parecido, não deixe de procurar ajuda e fazer algo à respeito. 

Por outro lado, isto não significa que você não precisa se cuidar. Ansiedade não é besteira e é extremamente importante cuidar do bem-estar e saúde mental para ser verdadeiramente saudável. O transtorno que gera preocupações excessivas com o futuro pode paralisar e comprometer a vida. 

Para saber mais sobre o tratamento da ansiedade, veja outros conteúdos do site que podem te ajudar: 

>